Kelly Tomé de Souza
Diabetes tipo: 1
Brasília/DF
A diabetes na minha vida:
Estou fazendo 15 anos que sou diabética, descobrir depois de perder minha bebê (meu anjinho), eu estava no 7º mês de gestação, já tinha vários sintomas, mas não descobri, passei muito mal, tive parto normal, mas a bebê já nasceu sem vida, fui para casa, entrei quase em coma, retornei ao hospital e ainda fiquei alguns dias tomando soro glicosado para piorar minha situação, quase morri, minha mãe disse aos médicos que na família tinha diabéticos (meus tios) e isso me salvou, pois os médicos não tinham suspeitado desta doença, eu estava com a glicose altíssima, então comecei a usar insulina, fui me recuperando, engordei, pois perdi muito peso na gravidez, aprendi muito no hospital sobre a diabetes (fiquei mais 28 dias internada), faço parte do Programa Pé do diabético no HRT em Taguatinga, hoje faço meu controle na medida do possível, tento fazer tudo certinho, trabalho, me casei, sou formada e pós graduada e levo uma vida super normal e um dia, quem sabe, possa realizar meu grande sonho de ser mãe novamente, se Deus permitir, um beijo a todos!