Homens casados com mulheres obesas possuem maior risco de diabetes tipo 2

Cientistas entrevistaram casais com mais de 50 anos a cada dois anos e meio, entre 1998 e 2015, rastreando seu peso e saúde por cerca de 11 anos.

Eles descobriram que o peso de cada mulher no início do estudo era um forte preditor das chances do marido desenvolver diabetes tipo dois, independentemente do seu próprio peso.

Por cada cinco pontos adicionais, uma mulher marcou na escala do índice de massa corporal, o marido tinha 21% mais chances de desenvolver diabetes tipo dois, independentemente do seu peso, para começar.

Os cientistas suspeitam que o estilo de vida compartilhado, como a má alimentação e a falta de exercício, é o culpado, com as mulheres obesas influenciando os hábitos alimentares e de atividade do marido.

Mas o fato de os homens não impactarem a saúde das esposas sugere que as mulheres têm uma influência muito maior no estilo de vida do marido do que os homens do de suas esposas.

Isso pode ser porque as mulheres são mais propensas a cozinhar as refeições de seus maridos, embora os especialistas esclareçam que as pessoas avaliadas eram casais de meia idade, então o mesmo pode não ser verdade para grupos mais jovens.

Outros disseram que as mulheres podem simplesmente ser mais conscientes de sua aparência – tornando-as mais resistentes ao seguimento da liderança de seus maridos.

Apresentando os resultados para a reunião anual da Associação Europeia para o Estudo do Diabetes em Portugal, os pesquisadores dinamarqueses disseram que homens com sobrepeso devem ser examinados para diabetes.

Liderado por Adam Hulman da Universidade de Aarhus, eles disseram: “Este é o primeiro estudo que investiga o efeito específico do sexo da obesidade no risco de diabetes.

“Ter uma esposa obesa aumenta o risco de diabetes de um homem além do efeito de seu próprio nível de obesidade, enquanto que entre as mulheres, ter um marido obeso não oferece nenhum risco de diabetes adicional além do seu próprio nível de obesidade”.

“Nossos resultados indicam que, ao encontrar obesidade em uma pessoa, o rastreio de sua esposa por diabetes pode ser justificado”.

“Reconhecer o risco compartilhado entre cônjuges pode melhorar a detecção de diabetes e motivar os casais a aumentar os esforços colaborativos para comer de forma mais saudável e aumentar seus níveis de atividade”.

“A obesidade ou o diabetes tipo dois em um dos cônjuges podem servir como um motivo para a triagem de diabetes e controles de peso regulares no outro”.

Mais de 3,5 milhões de pessoas no Reino Unido possuem diabetes tipo dois, e as taxas aumentaram em 60 por cento em uma década, em grande parte devido à obesidade.

E enquanto no passado, o tipo dois era visto como uma questão predominantemente relativa à idade, os números do NHS mostram que mais de 50.000 pessoas com menos de 40 anos na Inglaterra e no País de Gales têm a doença.

Tam Fry, que é presidente do Fórum Nacional da Obesidade, disse: “O marido coloca a culpa por seu aumento de peso pelo fato de sua esposa fazer a comida, mas ela, quando pequena, não ganha peso na mesma proporção”.

“Ela se preocupa com um aumento, socialmente embaraçoso, do tamanho do vestido e isso faz o truque. O tamanho do vestido não é o mais importante na mente de um homem”.

Mas a Dra. Emily Burns, da Diabetes UK, disse que as descobertas podem estar desatualizadas porque as configurações familiares mudaram.

“Os dados que estamos observando dizem respeito aos anos noventa, então há uma questão sobre a relevância dos resultados nos dias hoje”, disse ela.

 

http://www.dailymail.co.uk/


Similar Posts

Topo