Novo medicamento pode reverter cegueira em pessoas com diabetes

DIABETES é a principal causa de cegueira em pessoas em idade economicamente ativa no Reino Unido, mas uma nova droga pode ser capaz de ajudar os doentes a recuperar a visão.

Em casos raros de diabetes não controlada, os doentes podem ficar cegos.

Uma das formas mais comuns de doença ocular diabética é a retinopatia diabética.

É causada por níveis elevados de glicose no sangue por um longo período de tempo, que acaba por danificar os pequenos vasos sanguíneos dentro da retina.

Estas são a camada sensível à luz na parte de trás do olho que converte a luz em sinais para o cérebro.

Até recentemente, não havia maneira de reverter isso.

No entanto, um medicamento acaba de ser aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA para tratar todas as formas desta doença ocular diabética.

Anteriormente, a droga, Lucentis, estava disponível para uso nos EUA para tratar pacientes apenas com Edema Macular Diabético (DME), e foi dada a aprovação para o seu uso no Reino Unido em 2013.

Agora ela pode ser usada também para tratar a retinopatia diabética em pacientes com ou sem DME.

“A retinopatia diabética é a principal causa de perda de visão entre adultos com idades entre 20 – 74 anos nos Estados Unidos”, disse Sandra Horning, principal médica e chefe de desenvolvimento de produtos globais da Genentech, desenvolvedora da Lucentis.

“Estamos muito satisfeitos que Lucentis agora tenha sido aprovado pelo FDA para tratar da retinopatia em pessoas com ou sem DME”.

Atualmente, a principal maneira de tratar a condição é com cirurgia ocular a laser, que funciona através da prevenção do crescimento de novos vasos sanguíneos e melhora o fornecimento de nutrientes e oxigênio para a retina.

Antes da aprovação do FDA, uma pesquisa comparou diretamente o uso de Lucentis com a cirurgia a laser.

No estudo, constatou-se que a droga melhorou significativamente a retinopatia diabética entre os 300 pacientes que a experimentaram.

É o primeiro inibidor do fator de crescimento endotelial vascular (VEFG) a ser aprovado para o tratamento de todas as formas de retinopatia diabética.

VEGF envia novos vasos sanguíneos para ajudar com os tecidos afetados, mas isso pode realmente tornar a visão pior.

Existem duas formas de perda de visão que podem ocorrer devido ao diabetes.

Podem ocorrer tanto o surgimento de vasos sanguíneos fracos ou anormais na superfície da retina, provocando um vazamento de líquido no centro do olho deixando a visão desfocada.

Alternativamente, o fluido pode vazar dos vasos sanguíneos para a área central da retina que fornece a nossa visão central, e causar-lhe um inchamento.

 

http://www.express.co.uk/


Similar Posts

Topo