Tecnologia da IBM diagnostica Retinopatia Diabética com alta precisão

Um programa de software experimental poderá produzir uma nova maneira de diagnosticar uma das principais causas de cegueira do mundo.

A IBM revelou uma nova plataforma de fusão de aprendizagem profunda e análise visual que foi capaz de prever e diagnosticar a gravidade da retinopatia diabética (RD) melhor do que os esforços publicados anteriormente usando esta mesma tecnologia, de acordo com recente anúncio. RD é uma condição em que níveis elevados de açúcar no sangue infligem danos à retina.

Cientistas do braço de pesquisa da gigante da computação usaram mais de 35.000 imagens oculares para treinar a tecnologia para identificar lesões como micro-aneurismas e hemorragias para avaliar os danos aos vasos sanguíneos da retina, ao mesmo tempo em que preveem a gravidade da doença.

A equipe refinou as capacidades de aprendizagem profunda do programa, imbuindo-o com redes neurais convolucionais e aprendizagem baseada em dicionário para que ele possa analisar cada imagem pixel por pixel e patch por patch para que possa aprender padrões ligados a patologia ou doença específica, explicou um post escrito pelo pesquisador da IBM na Austrália, Rahil Garnavi.

Os resultados indicaram que o software atingiu uma pontuação de precisão de 86 por cento na categorização da gravidade da doença com base numa escala clínica de cinco níveis que vão desde nenhuma RD, RD moderada, grave ou proliferativa.

“Os avanços recentes no aprendizado profundo e nas tecnologias de análise de imagens estão mostrando uma promessa significativa no potencial de ajudar a resolver alguns dos maiores desafios de saúde que enfrentamos hoje”, disse a Dra. Joanna Batstone, vice-presidente e diretora de laboratório da IBM Research Australia em uma declaração. “Os métodos automatizados e altamente precisos de rastreamento da RD têm o potencial de ajudar os médicos a selecionar mais pacientes do que atualmente é possível”.

Uma empresa subsidiária do Google de inteligência artificial também está trabalhando em iniciativa semelhante fazendo parceria com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido para criar diagnósticos digitais que possam rapidamente identificar problemas relacionados com a diabetes ou degeneração macular.

RD afeta um em cada três das 422 milhões de pessoas diagnosticadas com diabetes globalmente. Deixar a condição não tratada pode levar à cegueira permanente, mas sua detecção precoce e tratamento podem diminuir esse risco em 95 por cento.

Criar um novo conjunto de ferramentas de software como este poderia ajudar os clínicos em áreas de baixa renda e países em desenvolvimento onde se estima que 90% dos deficientes visuais do mundo vivem. Novas tecnologias dessa natureza podem gerar melhores níveis de eficiência ajudando os médicos a examinar um maior número de pacientes e obter a ajuda de que precisam mais rapidamente.

Estes resultados foram apresentados no IEEE’s Simpósio Internacional sobre Imagem Biomédica em Melbourne, Austrália.

 

http://www.scientificcomputing.com/


Similar Posts

Topo